Toxoplasmose na Gravidez: Sintomas e Como Previnir

Causada por um parasita que pode ser encontrado em diversos animais, a toxoplasmose pode ser totalmente assintomática em boa parte dos contaminados. Entretanto, ela pode causar graves problemas se atingir gestantes ou pessoas com o sistema imune prejudicado. No caso da gravidez, a toxoplasmose pode ser transmitida para o feto e provocar lesões graves e más formações enquanto ele se desenvolve. Para entender mais do assunto e realizar as prevenções necessárias, continue a ler.

Toxoplasmose na Gravidez: A doença?

Podendo ser congênita ou adquirida, a causada toxoplasmose é o protozoário Toxoplasma gondii. É um dos parasitas mais comuns no mundo e a doença pode ser transmitida por diferentes formas. Quando alguém é contaminado, há grandes chances da infecção ser assintomática e o próprio sistema imunológico reprimir o parasita, que passa a ficar alojado nos músculos e só faz a pessoa tornar a ficar doente se houver uma queda na imunidade.

Como se transmite?

Toxoplasmose na gravidez

A pode ser transmitida pelo animais domésticos através de suas fezes, então e muito importante ter cuidado com o tipo de contato que você terá com seu animal durante o período da gestação.

A transmissão ocorre quando a pessoa ou animal tem contato com os cistos do parasita, que podem estar presentes na carne crua ou até mesmo mal passada, vegetais contaminados pelo contato com fezes de hospedeiros, transfusão de sangue, uso de utensílios de cozinha contaminados e até através da placenta no caso de uma gravidez. A doença não é transmitida entre pessoas, e os modos mais comuns de contaminação humana são por meio de alimentação contaminada e contato com fezes de felinos domésticos.

No caso da gravidez, só há possibilidade de transmissão para o feto se os exames de sorologia para toxoplasmose feitos no pré-natal tiverem resultado negativo, já que ainda não há proteção imunológica.

Quais seus sintomas?

Indivíduos saudáveis podem apresentar:

  • Dor de cabeça;
  • Dor no corpo;
  • Febre baixa;
  • Inchaço dos gânglios linfáticos;
  • Fadiga;

Pessoas imunodeprimidas podem ter:

  • Convulsões;
  • Visão turva;
  • Problemas de coordenação;
  • Infecções respiratórias;

Bebês contaminados (recém nascidos):

Toxoplasmose para o bebê

Toxoplasmose para o bebê

  • Amarelamento da pele e dentes;
  • Infecções oculares;
  • Hidrocefalia;
  • Lesões na pele;

Como afeta a gravidez?

Gestantes que sofrerem contaminação durante a gravidez devem receber tratamento para impedir a transmissão congênita com um coquetel de antibióticos utilizado até o fim da gravidez. Se a criança nascer portando a doença, deve realizar o tratamento por doze meses.

A toxoplasmose tende a não demonstrar sintomas em recém nascidos, mas já quando a criança é adolescente ou jovem adulto. Bebês que não recebem o diagnóstico adequado podem desenvolver lesões oculares, deficiências auditivas, atraso mental e no desenvolvimento, calcificações cerebrais e até mesmo epilepsia. A doença também pode causar abortos espontâneos ou alta taxa de óbito logo nas primeiras semanas de vida do bebê.

toxoplasmose na gravidez transmissão

A Toxoplasmose pode ser fatal para a gravidez e em casos mais extremos causar até mesmo um aborto.

Como prevenir?

  • Não se alimentar de carne crua ou até mesmo mal passada, prefira carnes bem passada;
  • Lavar bem os alimentos e as mãos após seu manuseio;
  • Manter os utensílios de cozinha bem limpos;
  • Beber leite apenas pasteurizado;
  • Pedir para outra pessoa fazer a manutenção da caixa de areia;
  • Alimentar o gato apenas com ração e jamais com carne crua;
  • Impedir que o gato saia de casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *