Tabelinha para engravidar

Quem quer muito ter um bebê nos braços, tem de ficar de olho no próprio ciclo menstrual. Isso porque existe uma fase especial, até relativamente curta, em que o útero se prepara para receber um embrião: é a chamada fase fértil. Ela ocorre quando um ovário libera um óvulo, e ele fica aguardando ser fertilizado enquanto a camada interna do útero engrossa e é irrigada por vasos sanguíneos.

Para dar aquele empurrãozinho para os casais que desejam engravidar, o ideal é fazer uma tabela de fertilidade para saber quando é o momento mais propício para a gravidez. Nesse texto, desvendaremos os mistérios da conhecida “tabelinha para engravidar”.

Tabelinha para engravidar 2

A tabelinha para engravidar pode ser uma forte aliada das mulheres para quando começarem tentar a ter seu bebê, através dela e possível monitorar seu ciclo menstrual e saber os melhores para manter relações.

O que é a Tabelinha para Engravidar?

A tabelinha é uma espécie de monitoramente do ciclo menstrual, mantendo anotações da duração de seu ciclo como: quanto tempo ele dura, quando você menstruou pela última vez, quando é sua fase fértil, etc.

Para que serve a Tabela para Engravidar?

Utilizada erroneamente como método contraceptivo, a tabelinha não se mostra muito confiável nesse sentido. Para evitar uma gravidez, mulheres que usam o método da tabelinha procuram fazer sexo apenas nos dias inférteis, ou seja, fora da semana da ovulação. Entretanto, muitas gravidezes já ocorreram por conta disso, o que prova ainda mais o real uso da tabelinha – prever os dias mais propícios para a concepção.

Como funciona a fase fértil?

O ciclo menstrual se divide em cinco fases distintas:

A fase menstrual, que é quando acontece o sangramento. No primeiro dia de sangramento se inicia um novo ciclo, e eles costumam durar 28 dias, embora o seu possa ser maior ou menor.

Na fase pós-menstrual, há o começo da produção de hormônios responsáveis pela ovulação que virá a acontecer. Há também engrossamento do endométrio, camada interna do útero, e preparação para abrigar um possível embrião.

A terceira fase é a da ovulação, e é aqui que acontece também seu pico de fertilidade. O corpo libera um óvulo, o estrogênio está lá no alto e você se sente confiante.

A quarta fase é a fase lútea. Depois de liberado o óvulo, uma estrutura temporária toma o seu lugar chamado corpo lúteo. Ele será responsável pela produção de progesterona, e se degenerará se não houver fecundação.

A última fase é a pré-menstrual, que é quando há uma queda hormonal, já que não há gravidez a se manter, e acontece a famosa TPM.

E então, como usar a tabelinha para engravidar?

Tabelinha para Engravidar

Tabelinha para Engravidar

Essa é a parte mais simples. Conhecendo seu ciclo, você saberá em que dias estará, provavelmente, sua ovulação, e se você tiver relações sexuais desprotegidas nesse período, a concepção fica mais próxima. Mesmo assim, nenhum método para engravidar é 100% confiável devido às mudanças no corpo de cada um, mas há alguns meios de saber se você está ovulando:

Cheque o muco cervical – Ele ganha uma textura de clara de ovo, mais elástica e menos viscosa que o normal, para facilitar a passagem dos espermatozóides.

Meça sua temperatura basal por todo o ciclo – No dia da ovulação, a temperatura basal aumenta discretamente, por conta dos hormônios.

De olho no próprio corpo – É comum sentir uma dor aguda de pequena duração no lado direito ou esquerdo do baixo ventre, indicando a liberação do óvulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *