Embora a progesterona seja um dos hormônios mais importantes quando vamos falar de gravidez, poucas pessoas conhecem esse fato a fundo. Nas próximas linhas, falaremos um pouco da progesterona.

O que é Progesterona?

A progesterona é um hormônio esteroide derivado do colesterol que é produzido no corpo lúteo dos ovários a partir da puberdade, e é chamado também de P4 ou “hormônio da gravidez”.

Progesterona
Progesterona

O corpo lúteo é uma estrutura que se desenvolve no ovário onde estava um óvulo maduro liberado, e é por isso que as doses de progesterona aumentam durante a segunda metade do ciclo menstrual. Quando o óvulo liberado não é fecundado, a produção de progesterona diminui, o que faz com que ocorra a menstruação e a degeneração do corpo lúteo. Durante a gravidez, a progesterona também é produzida pela placenta.

Pra que serve?

O hormônio é responsável por preparar a camada interior do útero, chamada endométrio, para a nidação – fixação do óvulo fecundado –, e sustenta esse endométrio até o final da gravidez. A menstruação acontece porque essa camada interna do útero desaba e os vasos sanguíneos que a irrigam também vão embora. Ela também serve para estimular a produção de leite, junto com a prolactina, aumentando o tamanho das glândulas mamárias, e tornar o muco cervical espesso, para que não haja passagem do esperma.

Progesterona na Gravidez, sua importância ?

Progesterona na gravidez
Progesterona na gravidez

O aborto espontâneo no começo da gravidez, especificamente nos três primeiros meses, está associado a uma baixa taxa de progesterona, que também faz com que o útero não esteja bem preparado pra que o embrião se implemente. A má produção de testosterona ainda não tem uma causa totalmente esclarecida, mas pode estar relacionada à má nutrição e estresse, além de doenças ovarianas em que a ovulação é prejudicada. Além disso, o hormônio é diretamente responsável pela manutenção do embrião, pois estimula as glândulas das trompas e do endométrio a produzirem nutrientes essenciais nas primeiras duas semanas da gravidez. É sabido que o corpo da mãe fica sobrecarregado por sustentar a gravidez, consumindo mais oxigênio e com uma maior taxa de batimento cardíaco, e a progesterona estimula a eliminação de gás carbônico produzida pela mãe, que também aumenta.

Sintomas da Progesterona baixa?

Progesterona baixa
Progesterona baixa

Os principais sintomas relacionados à progesterona baixa são:

  • Mudanças no apetite;
  • Ansiedade;
  • Perda de libido;
  • Insônia;
  • Alterações de humor.

Além disso, progesterona baixa causa também a inviabilidade da gravidez, já que o espermatozóide e o óvulo são saudáveis e existe fecundação, mas o embrião não se fixa ao útero, sendo descartado junto à menstruação.

Pra que serve reposição hormonal de progesterona?

A reposição hormonal do hormônio tem três principais usos: impedir o abortamento espontâneo em grávidas deficientes desse hormônio, minimizar os efeitos da menopausa e tratar o caso citado no tópico acima. Como cada caso é bem específico, é necessário que não tente se tratar sem orientação médica, pois isso pode trazer consequências graves, além de cada tipo de tratamento pedir um tipo de medicamento diferente.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

NO COMMENTS

Leave a Reply