Pressão baixa na gravidez

Entre os desconfortos da gravidez, talvez um dos mais pronunciados seja a hipotensão. Caracterizada por uma queda na pressão arterial, é ela a responsável por tonturas, fraqueza e até visão escurecida. Hoje falaremos mais sobre como isso pode te afetar no dia a dia e como evitar que te atrapalhe muito.

Como a pressão é medida?

Para definir a pressão arterial, são comparadas a pressão sistólica e diastólica. A pressão sistólica é medida durante os batimentos, ou seja, enquanto o coração está expulsando o sangue das câmaras, enquanto a diastólica é medida entre batimentos, enquanto as câmaras se enchem de sangue. A pressão é considerada elevada se estiver acima de 14 por 9, mas não há parâmetros para determinar a pressão baixa. Em toda consulta pré-natal você terá sua pressão medida para que o obstetra tenha certeza que você não está desenvolvendo hipertensão na gravidez ou tendo uma pré-eclâmpsia.

Pressão baixa na gravidez: Por que acontece?

Pressão baixa na gravidez

Pressão baixa na gravidez

Durante a gestação, todos os esforços do corpo são voltados para nutrir e oxigenar o embrião. Assim, para que haja maior fluxo sanguíneo sendo direcionado para a placenta, as veias e artérias sofrem um processo chamado vasodilatação, que é basicamente um alargamento dos vasos. Desse modo, o sangue não encontra dificuldade na passagem e acaba perdendo pressão, e por isso o coração começa a trabalhar com ainda mais potência para dar conta de movimentar todo esse sangue.

Um fator que potencializa esse acontecimento são os dias quentes, pois o corpo procura dilatar os vasos sanguíneos para que eles passem mais próximos da pele e percam calor para o meio. Outra coisa que devemos considerar é que a dinâmica do fluxo de sangue na gestação é muito diferente, e enquanto você está na cama ela funciona de um modo, e se você se levantar rapidamente, precisa mudar em questão de segundos, podendo causar queda na pressão.

Leia também: Pressão alta na gravidez, sintomas e causas.

Sintomas

  • Boca seca
  • Mãos geladas
  • Visão escurecida
  • Tonturas
  • Desmaios

Como aliviar as crises

Pressão baixa na gravidez como aliviar

E possível aliviar as crises com algumas dicas simples, confira abaixo:

  • Como o calor potencializa as crises, procure ficar longe de aglomerações ou locais abafados;
  • Evite fazer exercícios físicos ao ar livre em dias muito quentes;
  • Faça os movimentos mais vagarosamente, como se levantar, por exemplo;
  • Evite banhos muito quentes;
  • Se você mesmo assim sentir a pressão caindo, procure se sentar por alguns minutos e tente colocar a cabeça entre os joelhos se a barriga permitir;
  • Beba água e coma bolachas salgadas – o sal retém líquidos, e é por isso que aumenta o volume de sangue;
  • Se deite e coloque as pernas para cima;
  • Em situações extremas, coloque uma pitada de sal embaixo da língua. Tome muito cuidado com essa medida principalmente se você portar hipertensão, visto que quando o corpo começa a se ajustar aos remédios reguladores da pressão arterial você pode sentir algum desconforto e achar que sua pressão está caindo;
  • Caso as crises persistam, converse com seu obstetra. Ele te receitará um medicamento para manter a pressão compensada, e por isso seu acompanhamento será ainda mais detalhado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *