Pré Natal: Exames, Ultrassons, Vacinas e Muito Mais

Para qualquer gestante, o Pré Natal deve estar na lista de maiores prioridades junto a manter uma alimentação saudável. Trata-se de um acompanhamento médico feito por toda a gestação que busca apoiar os pais e manter a saúde do bebê que está por vir. Quando a gravidez é planejada, o Pré Natal pode começar até bem antes: garantindo que haja imunização para doenças que podem ser adquiridas de forma congênita pela criança e que haja suplementação de substâncias importantes, como o ácido fólico. Quer saber mais? Continue lendo.

Pré natal

O pré natal e o nome dado ao acompanhamento médico feito ao longo de todos os meses de gestação.

Pré natal e os exames laboratoriais

A primeira coisa que seu obstetra irá requisitar será uma série de exames laboratoriais que poderão diagnosticar se há algo com a sua saúde, e tratar esse mal antes que ele complique a gravidez.

Hemograma completo – Esse exame, direcionado a avaliar os compostos do sangue, pode detectar a anemia, verificar como andam a coagulação e a contagem de glóbulos brancos, indicando uma infecção. Costuma ser feito logo no princípio da gestação e pode ser refeito um pouco mais tarde.

Fator RH – Esse exame é importante principalmente para quem possui fator negativo e teve um filho fator positivo. O contato entre os sangues na hora do nascimento pode fazer com que seu corpo desenvolva anticorpos contra as células vermelhas de seu próximo filho, se ele tiver fator positivo também.

Glicose – O exame de glicose em jejum é usado para detectar pré-diabetes ou diabetes, já presente antes da gravidez ou ainda diabetes gestacional. Deve ser requerida no começo da gravidez e refeita mais tarde.

Sorologias – Esses exames detectarão a presença de diversas doenças: rubéola, toxoplasmose, sífilis, HIV, citomegalovírus, hepatites, etc. Todas essas doenças podem causar danos para o bebê e até provocar um aborto. O exame é feito no começo da gravidez.

Urina – Esse exame irá indicar infecções urinárias, que precisam ser tratadas antes que tragam complicações. Costuma ser repetido durante toda gravidez.

Fezes – Verifica a presença de algum parasita e é feito o início do pré-natal.

Ultrassons

Embora um número maior de ultrassons deixe os pais menos ansiosos, não é todo obstetra que tem o aparelho no próprio consultório. O número de ultrassons tende a aumentar conforme se aproxima o nascimento, de forma a garantir que tudo vai bem. No início, é feito um ultrassom para saber se a gestação não é ectópica e avaliar a idade gestacional do feto. Lá pelas 13 semanas e depois, na 20ª semana, são realizados ultrassons morfológicos que examinam o desenvolvimento o bebê e há o exame de translucência nucal, que mede uma região da nuca e se detectada uma anomalia, pode indicar problemas cromossômicos – quando existe esse tipo de suspeita, mais exames serão pedidos. Outro ultrassom deve ser feito por volta da 35ª semana para conferir se as estruturas vitais foram formadas. Como por exemplo o ultrassom com doppler.

Ultrassom morfológico

Ultrassom morfológico

Vacinas

Caso engravidar ainda esteja só nos planos e não seja um ato consumado, você pode procurar o ginecologista para saber das vacinas mais indicadas e quanto tempo após sua aplicação você já pode tentar engravidar. Entre essas vacinas estão a de rubéola, hepatite e a antitetânica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *