Preparar comida para bebês pode não ser a tarefa mais fácil do mundo. Depois de alguns meses se alimentando apenas de leite da amamentação, o bebê começará a ter outras necessidades nutricionais e é preciso complementar sua alimentação com outro tipo de comida. Os pais podem achar que a maneira mais simples é comprando uma pilha de potes de papinha para bebê, mas nem sempre essa é a melhor escolha. Quer saber mais? Continue lendo.

Papinha de bebê
Diversas são as dúvidas durante os primeiros meses do bebê, mas uma dúvida muito comum e a papinha de bebê, como fazer e o que usar na mesma, trataremos sobre o assumo logo abaixo.

Primeiro, o leite

O primeiro e mais importante alimento da criança será o leite que você produzir, e recomenda-se que a alimentação fique restrita à ele por pelo menos seis meses. Infelizmente, a licença maternidade não é para sempre e eventualmente você voltará a trabalhar. É seu direito por lei ter duas pausas de meia hora por dia para amamentar, mas nem sempre o bebê está tão perto para isso.

Para resolver esse impasse, você tem três opções: utilizar uma bombinha para ordenhar o leite e mantê-lo na geladeira do trabalho para ser dado ao bebê em outro momento; substituir seu leite por leite artificial só enquanto você está fora ou conversar com o pediatra para montar um cardápio com outros alimentos.

Converse com o pediatra

Se seu bebê irá completar seis meses que está sendo amamentado ou até não quer mais mamar, é hora de conversar com o pediatra. Ele deve avaliar o estado de saúde da criança e decidir se está na hora de preparar suas refeições. Se você possui alguma alergia, é interessante contar ao médico para caso seu bebê venha a desenvolver esse problema mais tarde.

Nutrição sem pressa

Os primeiros alimentos com os quais seu bebê entrará em contato serão as frutas, mas dê preferência às mais suaves para não pesar no sistema digestivo delicado. Maçã, banana, mamão e pêra são as ideias, e devem ser dadas uma de cada vez a cada três dias para ter certeza que não ocasionam uma alergia. Testadas todas as frutas, poderá começar a misturá-las entre si para torná-la mais nutritiva. Raspe a polpa da fruta da casca e amasse um pouco com o garfo antes de oferecer à criança.

Papinha para bebê
Papinha para bebê

A partir dos seis meses

Se seu bebê já vem experimentando alimentos sólidos, é hora de introduzir papinhas salgadas, feitas com vegetais e carne. Não se preocupe com o fato de ter que começar a encarar as panelas para isso: papinhas salgadas são bem parecidas com sopas. Assim como as frutas, tudo deve ser introduzido aos poucos e você deve ter muita paciência. Depois de todo esse tempo alimentando-se de coisas doces ou suaves, os novos sabores podem fazer o bebê cuspir ou vomitar a comida e é preciso insistir um pouco.

Papinha para bebê caseira x Industrializada

A papinha para bebês que se pode comprar no supermercado pode parecer um presente divino, já que agiliza o dia a dia e garante que seu bebê será alimentado. Entretanto, produtos processados tendem a conter mais açúcar e menos nutrientes do que a comidinha feita em casa, e esse também é o caso das papinhas.

Como fazer papinha para bebê: Receita

Você que prefer fazer a papinha, deve seguir algumas dicas importante. Confira os vídeos abaixo e dicas de como fazer papinha para bebê.

Dica de papinha doce:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

NO COMMENTS

Leave a Reply