Metformina Para Engravidar – Bula

O que é Metformina?

Comercialmente vendida como Glifage, Risidon, Diaformin ou Glucormim, é um hipoglicemiante oral que pode ser usado junto com a insulina.

Pra quê é indicada?

Esse remédio é indicado para o tratamento de diabetes 2, onde há uma deficiência de produção de insulina, ou para tratar a diabetes tipo 1, mas junto à insulinoterapia. Ele trabalha normalizando os níveis elevados de açúcar no sangue e reduz as complicações do diabetes.

Metformina para engravidar

Metformina para engravidar

Esse medicamento é contra-indicado em caso de gravidez ou amamentação, para alcoólatras, pessoas com doenças dos rins ou dos fígados, insuficiência cardíaca congestiva, infarto agudo do miocárdio, alterações ou infecções respiratórias ou alergias aos componentes da fórmula.

Como reações adversas esse remédio pode causar reações digestivas desagradáveis, como náuseas, vômitos e diarréia. Essas reações são mais comuns no começo do tratamento, desaparecendo espontaneamente na maioria dos casos.

Metformina para engravidar

Metformina também pode ser indicada pelo médico ginecologista, para tratar síndrome de ovários policísticos, tendo bons resultados e ajudando em casos de infertilidade.

Confira também: Remédio para engravidar, uma lista completa para quem busca engravidar.

O que é a Síndrome de Ovários Policísticos (SOP?)

Síndrome de Ovários Policísticos

Síndrome de Ovários Policísticos

Esse é um mal muito comum e uma das principais causas, junto com a endometriose, de infertilidade. É comum que durante os ciclos menstruais haja certo desequilíbrio hormonal, mas para originar a SOP esse desequilíbrio é tão intenso que faz com que os folículos ovarianos que estão maturando para a ovulação não acabem seu processo, e não são liberados normalmente.

Os sintomas mais comuns são: menstruação irregular, com ciclos muito maiores que 28 dias, níveis elevados de hormônios andrógeno, excesso de pelos faciais e no corpo, acne adulta ou adolescente severa e calvície. Para diagnosticar, primeiro o ginecologista precisa saber seu histórico médico, em seguida um exame físico que inclui peso atual, altura e medição de pressão, exames de sangue e uma ultrassonografia pélvica.

Sintomas da Síndrome do Ovário Policísticos

Ao perceber os sintomas da Síndrome do ovário procure seu médico ginecologista, para ter certeza que e disso que se trata.

O tratamento é comumente feito com anticoncepcionais, que fazem o corpo parar de ovular e isso dá um descanso aos ovários, fazendo com que os cistos sumam ou diminuam com o tempo. Em alguns casos, é preciso fazer uma cirurgia chamada perfuração ovariana laparoscópica em que uma pequena incisão no abdômen é feita, onde é inserida uma câmera. Ela fornece detelhas ao cirurgião, que insere instrumentos cirúrgicos através de pequenos cortes e usa energia elétrica ou laser para queimar buracos nos folículos ovarianos, induzindo à ovulação.

Por que isso diminui as chances de gravidez?

Quando os óvulos não são liberados e endurecem dentro dos ovários, eles continuam ali e impedem a maturação e liberação de novos óvulos, que poderiam ser fecundados e gerarem uma gravidez. Nesse caso, o ideal é conversar com seu ginecologista, que poderá receitar a metformina para que esses cistos diminuam ou desapareçam, fazendo com que sua ovulação torne-se saudável novamente. Lembre-se que mesmo com esse tratamento, é comum que se leve pelo menos um ano para finalmente ter sua esperada gravidez, e que isso não deve ser tornar um impedimento para o seu sonho. Afinal, é possível, sim, ter uma gravidez com ovários policísticos.

Cloridrato de Metformina Bula

Antes de tomar o remédio e aconselhado ler a bula, seu médico já dever ter prescrito sua receita de acordo com ela, mas vale lembra que na bula e possível encontrar dados únicos, como quem pode tomar e porquê. Para consulta a Bula online do remédio clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *