Infertilidade Masculina: Causa, Diagnóstico e Tratamento

Quando se trata de ter filhos, e se está tentando há muito tempo sem resultados, deve-se considerar a infertilidade de uma das partes do casal ou de ambos. O ideal é procurar um especialista em reprodução humana, mas consultas com o urologista e o ginecologista de ambos já é possível ter testes requeridos que informam sobre as próprias condições férteis. Hoje nesse artigo, falaremos sobre o que pode causar a infertilidade masculina, como diagnosticá-la e comentar sobre possíveis tratamentos que já existem.

Causas da infertilidade masculina

A infertilidade está presente no relacionamento de muitos casais que ao longo dos anos procuram engravidar, porém não conseguem. A causa pode ser a infertilidade de um dos lado do casal, pouco mais raro que a infertilidade feminina, a infertilidade masculina pode ser a culpada desse problema, confira abaixo as principais causas, diagnostico e qual o tratamento seguir para quem sofre com o problema.

Infertilidade masculina

As causas da infertilidade masculina podem ser as mais diversas, mas não se desespere a medicina está evoluída suficientemente e encontrará o melhor tratamento para cada caso.

Causas externas

Aqui se encaixam doenças e desequilíbrios hormonais que afetam a produção de espermatozóides, como é o caso de tumores na hipófise, uso de medicamentos como anabolizantes, diabetes, caxumba na puberdade, torção dos testículos, doenças reumáticas; estilo de vida inadequado (exercício em excesso, uso de drogas recreativas), etc.

Causas intra-testiculares

Nessa categoria, estão os males que afetam os testículos propriamente. Entre eles estão a varicocele, os efeitos da quimioterapia e radioterapia, problemas nos espermatozóides, como poucos deles presentes no sêmen ou pouca mobilidade dos mesmos.

Causas pós testiculares

É tudo aquilo que impede que os espermatozóides, quando de qualidade, deixem os testículos. Estão entre eles obstruções diversas, disfunção sexual (impotência) e ejaculação retrógrada.

Causa desconhecida

Não há nenhuma anomalia no sistema reprodutor, mas mesmo assim existe a infertilidade.

Diagnóstico

Há dois principais exames para diagnosticar a falta de fertilidade, que são o exame físico e o espermograma. No exame físico, observações simples como a distribuição de pelos pelo corpo dão uma ideia superficial de como anda o equilíbrio hormonal do paciente, além de ser feita uma análise atenta do pênis e dos testículos, verificando a consistência, volume deles e presença de varicocele (varizes nos dutos espermáticos).

Através da análise do histórico de saúde do paciente, o médico saberá se outro tipo de exame é necessário. Um exame de sangue, por exemplo, é necessário caso haja suspeita de desequilíbrio ou deficiência hormonal.

Infertilidade masculina tratamento

Após diagnosticada a infertilidade do homem e importante procurar um tratamento, certamente seu médico irá recomendar algo de acordo com o problema do paciente.

Tratamento

O tratamento ideal terá início de acordo com o diagnóstico correto. Apenas algumas causas de infertilidade no homem podem ser tratadas, visto que a medicina e a sociedade consideraram, por muito tempo, que a impossibilidade de engravidar era culpa apenas da mulher. Estudos têm crescido sobre o assunto, e o comportamento dos homens também mudou em relação a isso, procurando diagnóstico e tratamento adequado.

Apenas algumas causas de infertilidade são tratáveis, como é o caso da varicocele, quadros infecciosos ou disfunção hormonal. Isso ocorre em grande parte pois os médicos ainda não sabem como interferir nos testículos de maneira clínica. Na mulher, por exemplo, pode-se induzir a ovulação e aumentar o número de óvulos, mas não é o caso dos espermatozóides. Outras causas tratáveis são a disfunção sexual, a ejaculação retrógrada e o estilo de vida inadequado do paciente.

Lidando com o diagnóstico

Na maioria dos casos, se o paciente ainda apresenta um número razoável de espermatozóides (acima de seis milhões), ainda pode se realizar a reprodução assistida, na forma de fertilização in vitro ou inseminação artificial. Os estudos têm avançado muito nessa causa e é possível que algumas causas da infertilidade que não têm tratamento agora, venham a ter no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *