Um ditado que gestantes devem conhecer, especialmente se ouvirem parentes mais velhos sobre a gravidez, é que “gestantes devem comer por dois”. Em outros casos, o medo de ganhar peso – algo totalmente natural e imprescindível na gravidez – leva à prática de exercícios excessiva e alimentação muito restritiva. Afinal, como chegar a um meio termo e levar uma gestação saudável? Além de contar com os conselhos de seu obstetra, leia essas dicas para saber mais.

Ganho de peso na gravidez
O Ganho de peso na gravidez e um processo gradual e natural, porém deve-se estar atenda a balança e ao peso ideal que se deve ter, saiba mais abaixo.

Qual o peso ideal para gestantes?

Todos gostariam de respostas concretas nesse caso, mas isso depende muito de outros fatores: seu peso antes da gravidez, a presença de doenças crônicas que podem ser intensificadas pelo sobrepeso (diabetes, hipertensão), a prática de exercícios físicos antes e durante a gestação, etc. A única certeza em relação a isso é que você precisa ganhar peso. Aqui, uma média do que estará aumentando os números na balança:

  • Se tudo correr bem, o bebê nascerá pesando um pouco mais de 3 kg,
  • O útero cresce vertiginosamente, chegando a pesar até 900g,
  • Os seios chegam a pesar quase meio quilo,
  • A placenta, no final da gravidez, pesa 700 g,
  • O volume de sangue aumenta muito e você retém bastante líquido nos tecidos, juntando ao todo um pouco mais de 3 kg,
  • O estoque de gordura aumenta para garantir energia estocada para a fase da amamentação, média de 3kg.

Para quem está em seu peso normal, o ganho de peso médio é por volta de doze quilos. Entretanto, isso vai de acordo com a sua necessidade e do bebê e vale a pena conversar com seu obstetra sobre o assunto.

Como se manter em uma faixa de peso saudável?

Se você ainda não buscou hábitos saudáveis antes da gestação, agora é o momento ideal para investir em uma dieta balanceada para gestante e praticar algum exercício físico leve. Saiba algumas dicas:

  • Se você tem dúvidas sobre como será sua alimentação de agora em diante, o ideal é que procure um nutricionista. Os exames do pré-natal servirão para descobrir se você tem alguma carência, e um poli-vitamínico poderá ser receitado;
  • Converse sobre sua saúde com o obstetra e pergunte a ele se você estará livre para fazer exercícios e quais seriam os melhores. O exercício fortalecerá os músculos das pernas, abdômen, lombar e pelve, auxiliando durante e depois da gravidez. Quem tem uma gravidez de risco, porém, tem de ter orientação médica;
  • Frutas, legumes e verduras são uma ótima pedida: além de ricos em todos os minerais que você e seu bebê precisarão, os vegetais são ricos em fibras. Isso ajudará a prevenir e combater a prisão de ventre, típica da gestação;
  • Procure descansar o quando puder e realizar pequenas pausas durante o dia para colocar as pernas para o alto e relaxar um pouco, você merece e precisa disso;
  • Lembre-se de evitar alimentos crus, pouco cozidos e não pasteurizados, visto que eles podem conter bactérias e causar doenças que serão transmitidas para o bebê.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

NO COMMENTS

Leave a Reply