Depois de algumas semanas de gravidez, fica claro que o período da gestação não é feito só de momentos bons. Claro que para algumas mulheres é um sonho carregar um filho e dar a luz é um momento especial, mas para gestantes, os primeiros três meses tendem a serem os mais difíceis por serem pontuados por mal estar, cansaço, náuseas, vômitos e sensibilidade à flor da pele.

Esses sintomas são todos característicos da gravidez, e hoje olharemos mais a fundo as causas e o tratamento contra o enjoo na gravidez.

Enjoo na Gravidez
Enjoo na Gravidez

Enjoo na gravidez matinal

Tão comum no início da gestação, o enjôo matinal é o segundo motivo que faz com que as mulheres procurem um teste de gravidez. É comum que apareçam entre a 5ª e 6ª semana e durem até a 12ª semana de gravidez, mas algumas mulheres podem tê-los até o terceiro semestre. O organismo de cada gestante reage de um jeito: enquanto algumas enjoam de vez em quando, outras tem uma intensidade maior deles. Mesmo com todo esse mal estar, é raro que isso atrapalhe na nutrição da grávida: geralmente elas conseguem se alimentar nos momentos que não sentem náuseas e isso não causa mal ao feto.

Causa e fatores que contribuem com a náusea

Nauseas na Gravidez
Nauseas na Gravidez

Ainda não foi descoberto com exatidão o que causa as náuseas e o vômito. O que se sabe é que esses sintomas estão relacionados ao desequilíbrio hormonal pelo qual a grávida passa, entre estrogênio, progesterona e hCG, e níveis altos de hCG estão associados à maior incidência desse tipo de sintoma.

A progesterona também age relaxando o trato gastrointestinal, fazendo com que o estômago demore a se esvaziar, favorecendo náuseas, e deixa a gestante com sensação de empanturramento constante.

Alguns fatores podem favorecer ainda mais o aparecimento do mal estar, como:

  • Mulheres que já apresentavam náuseas com mais facilidade antes da gravidez;
  • Mulheres muito ansiosas ou gestantes muito jovens;
  • Gestantes com antecedentes de enxaqueca;
  • Mulheres grávidas de gêmeos.

Como evitar os enjoos

Algumas práticas feitas pela grávida podem evitar os temidos enjoos:

  • Evite grandes refeições. Como o estômago da gestante esvazia mais lentamente, comer demais pode favorecer enjoos. Divida as refeições em 5 ou 6.
  • Evite comer e se deitar, ou comer antes de dormir. A posição deitada favorece o refluxo. Experimente dormir com muitos travesseiros, pra que essa posição favoreça a digestão.
  • Faça pausas durante o dia para descansar. Isso evita a fadiga, tão comum nessa fase.
  • Gengibre, limão e melancia costumam ser bem tolerados pelas gestantes, mas evite comidas excessivamente apimentadas.
  • Coma o que tiver vontade – após esse período você poderá se preocupar em manter a alimentação balanceada.

Intensidade dos sintomas

É importante prestar atenção na intensidade desses sintomas. Quando os enjoos matinais apresentam-se de forma anormal, é a chamada hiperemese gravídica. Ela ocorre em 0,5 a 2% das gestações e se caracteriza por vômitos frequentes, o que leva a grávida à desidratação e perda de peso. Nesse caso, a internação hospitalar pode ser necessária, já que a gestante precisa receber fluídos e nutrientes por via intravenosa.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

NO COMMENTS

Leave a Reply