Dor de Barriga na Gravidez

Pode parecer um prognóstico negativo, mas a gestação está inevitavelmente ligada à dor. Dor nas costas, dor de cabeça, cólicas, dor de dente, desconforto, dor pélvica… Há uma série delas, cada uma causada por um motivo diferente e normais quando em níveis específicos. Porém, há dores específicas que não devem ser ignoradas jamais, principalmente se forem recorrentes ou muito intensas, como é o caso de dores na barriga.

Dor de barriga ou na barriga?

Frequentemente, a indigestão ou a diarréia são substituídas pelo eufemismo “dor de barriga” na nossa linguagem. Se for o caso, o ideal é usar o termo correto, já que a ambiguidade pode causar confusão e dificultar em solucionar o problema.

Dor de barriga na gravidez

Dor de barriga na gravidez

Causas possíveis e sintomas

  • Dor na barriga acompanhada de febre – Indica infecção. Se a dor acometer a região superior da barriga, pode ser gastroenterite, mas se atinge o fundo do abdômen, pode ser infecção urinária.
  • Dor forte, com ou sem náusea – Se atinge o meio ou a parte superior da barriga, pode indicar má digestão.
  • Dor abdominal com gases e/ou diarréia – Se vem acompanhada de inchaço abdominal, pode indicar a presença de gases, que causam muita dor. Geralmente eles são sintoma de prisão de ventre. Se forem acompanhados de diarréia, pode estar relacionado ao consumo de um alimento estragado ou até mesmo intolerância a certos alimentos. Saiba mais sobre gases na gravidez clicando aqui.
  • Dor tipo cólica menstrual leve – Quando ocorre no início da gravidez, é causada pelo crescimento normal do útero. Confira mais sobre cólica na gravidez aqui.
  • Dor no abdômen que ocorre rapidamente e atinge a virilha – Essa dor possivelmente é provocada pela distensão de um ligamento, chamado ligamento redondo.
  • Dor no inferior do abdômen acompanhado de endurecimento da barriga – É bem provável que seja uma contração de Braxton-Hicks, conhecida como uma contração de treinamento.
  • Dor lombar que acompanha dor no baixo ventre – Acomete gestantes no final da gestação, por conta da pressão que o útero exerce no plexo pélvico.
  • Dor abdominal acompanhada de dor nas costas – Muito possivelmente trata-se de uma dor causada por manutenção de má postura, levantamento de muito peso ou enfraquecimento dos músculos pela falta de exercício. Comum durante toda a gravidez, a dor nas costas também pode afetar o abdômen, já que são os músculos abdominais que sustentam a coluna.

Quando procurar o médico?

O médico deve ser procurado imediatamente em casos de:

  • Dor intensa, sangramento vaginal ou perda de líquidos e dor de cabeça – Pode indicar um aborto espontâneo.
  • Dor, náuseas, inchaço repentino da face e mãos, distúrbios da visão – Os sintomas indicam pré-eclâmpsia.
  • Dor na barriga e nas costas, sangramento vaginal e contrações – Pode ter havido descolamento da placenta.
  • Dor do lado direito inferior da barriga, febre, náusea – São sintomas de apendicite, embora possa indicar outros males menos perigosos.
  • Dor de um lado da barriga que piora com a movimentação, sangramento vaginal e dor na relação sexual – Esses sintomas podem indicar gravidez ectópica. Para diagnosticá-la, é necessário fazer um ultrassom.

Mesmo que suas dores não se encaixem em nenhum desses padrões ou caso você tenha alguma dúvida, sempre poderá ligar para o seu médico e descrever o que está sentindo. Ele poderá te tranquilizar ou te indicar a procura de um hospital de acordo com seus sintomas e intensidade deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *