Berço com Trocador

Na hora de decorar o quarto do bebê que está por vir, é mais do que necessário um pouco de autocontrole se não tiver como gastar muito dinheiro. Entre escolher os móveis essenciais e a pintura do quarto, uma pergunta bastante comum entre pais é berço com trocador ou sem? Leia um pouco sobre o assunto e se informe.

Antes, o berço

Mais do que observar se o berço tem trocador, antes é preciso observar o berço em si e se fazer as perguntas necessárias: é pintado com tinta atóxica? Há espaço entre a grade e o colchão, onde o bebê pode ficar preso? A cor combina com os outros móveis?

Depois de avaliar essas questões importantes, contando com a segurança e conforto do seu filho em primeiro lugar, é que se pode começar a pensar em outros fatores. Afinal, podem-se guardar as roupas em qualquer armário, trocar o bebê na cama dos pais ou amamentá-lo no sofá, mas o berço é um item insubstituível.

Berço com Trocador

Fácil e usar o berço com trocador, e umas das melhores opções para quem não comprou o seu trocador ainda.

Medidas de segurança

Agora, já pensando no trocador, é preciso notar se ele corresponde às medidas de segurança necessárias. Berços que já vem com um trocador como parte do móvel, geralmente estão localizados no topo do berço, sobre algumas gavetas ou nichos. Entretanto, se o trocador for suspenso, é importante saber se ele aguentará o peso do bebê – afinal, você não trocará fraldas só depois do nascimento, mas provavelmente pelos três primeiros anos do bebê.

Além disso, é importante anotar as medidas dos móveis e saber se ele já vem com um colchãozinho. Se for pequeno demais, o trocador não acomodará o bebê totalmente ou por muito tempo, e o colchão pode ser pequeno demais para acomodar a criança.

Vale a pena lembrar que nem sempre os bebês se deixam trocar calmamente, então podem rolar, sentar-se ou até mesmo cair do trocador se não estiver supervisionado de perto.

Alternativa ao berço com trocador

Nem sempre é possível investir em um berço que já tenha o trocador, pois além de ser um móvel mais caro, pode não servir às necessidades do bebê. Nesse caso, vale a pena fazer um projeto um pouco diferente e executá-lo você mesmo.

Guarda roupa embutido – Armários e guarda-roupas embutidos além de pouparem bastante espaço nos cômodos, podem servir como um “trocador secreto”. A criança provavelmente não precisará tão cedo da área onde se colocam os cabides, então é só utilizar as gavetas e fazer da área sobre elas um trocador. É só colocar um colchãozinho e os artefatos de higiene a serem usados, lembrando-se de deixar a lixeira do lado de fora.

Trocador para bebê colcãozinho

Opção muito barata o trocador para bebê colcãozinho pode ser umas das melhroes opções pensando a longo prazo, e para pais que mandaram fazer o quarto sob-medida para o bebê.

Trocador suspenso – O trocador suspenso ganha um charme a mais se não se tratar apenas de um trocador, mas se transformar em outra coisa. Para realizar esse projeto, é preciso instalar um trocador suspenso na parede, mas que possa se encaixar nela quando dobrado. Dessa forma, quando o trocador for guardado, é só instalar um espelho ou um quadro bonito e de bom gosto nas costas do móvel e pronto: está escondido.

Trocador de fraldas suspenso

Se você não abre mão do trocador e já possui um berço e além disso pretende economizar, não resta dúvidas você precisa e de um trocador de fraldas suspenso, basta comprar o modulo separado em qualquer loja de móveis, seja física ou online, e encaixa-ló em seu berço, lembre-se de verificar as medidas antes para ter certeza que o mesmo se encaixa no móvel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *